Ingredientes dos cosméticos orgânicos, naturais e veganos



Açaí (Euterpe oleracea)

Açaí é uma palmeira que pode ser encontrada em diversas regiões da Amazônia. É em sua maioria procurada para a produção de alimentos em geral através da polpa do fruto, sendo altamente nutritiva e energética, além do seu sabor peculiar, utilizando exclusiva tecnologia de extração do óleo do Açaí, para uso em cosméticos com sua funcionalidade potencializada sendo rico em Ácidos graxos essenciais, Ômegas 3,6 e 9, Fitoesteróis, fonte de vitamina C e polifenóis, com inúmeras propriedades revitalizantes, antioxidante e antienvelhecimento.

Camomila (Matricaria recutia)

Uma planta originária da Europa Central, sendo abundantemente encontrada na Grécia, desde a antiguidade. Possui um perfume peculiar e contem óleo essencial contendo a bisabolol, óxidos de bisabolol A,B e C, entre outros, possui ainda flavonóides, sesquiterpenos lactonas, cumarinas e mucilagem, que juntos conferem ação antiinflamatória, adstringente, cicatrizante, anti-séptica, antialérgica, calmante, refrescante, indicada para peles delicadas, sensíveis revitalizando, suavemente a pele danificada.

Castanha do Pará (Bertholletia excelsa)

A castanheira é uma arvora de grande porte que pode atingir ate 50 metros de altura e 2 metros de diâmetro. Sua folhas são de coloração verde-escura, onduladas e brilhantes, suas flores são branco-amareladas, aromáticas e aparecem de novembro a fevereiro, seu fruto é parecido com uma cápsula, globosa de superfície espessa e coloração castanho-escura, mais conhecida como “ouriço”. Da exploração de suas sementes mais conhecidas como Castanhas do Pará ou Castanhas do Brasil, das famosas amêndoas, obtém-se um fino e valioso óleo que utilizamos em nosso sabonete, devido às suas propriedades emoliente e nutritivas, sendo rico em substancias albuminóides, proteína, caseína e com características superiores às dos óleos comuns. Rico em vitaminas A e E, indispensáveis na proteção da pele, evitando o envelhecimento e flacidez, regulando o equilíbrio hídrico e a atividade dos lipídeos da camada superficial da pele, sendo um poderoso antioxidante natural.

Laranja-Doce (Citrus aurantium dulcis)

O Brasil é o maior produtor de Laranja do mundo, seguido pelo EUA. O óleo essencial de laranja é muito aplicado na indústria de alimentos como flavorizante para dar sabor a balas, doces, etc. O óleo essencial tem propriedades calmantes, anti-stress, é bom para peles ressecadas, envelhecidas e com acne, atua na sua hidratação, em problemas de retenção hídrica, obesidade e em alguns tipos de inflamações. É composto basicamente por monoterpenos, com porcentagens de limoneno acima de 80%.

Lavanda (Lavandula angustifolia)

Também conhecida como alfazema, é natural da região do mediterrâneo. Atualmente é cultivada nas áreas temperadas do mundo todo. É uma planta perene que pode atingir 90 cm de altura, com flores pontudas de coloração azul ou roxa. É o óleo essencial mais conhecido e aplicado no mundo todo. Muito utilizado na indústria de perfumaria e cosmética. Possui cheiro penetrante e seu aroma traz sensação de liberdade, frescor e relaxamento. É calmante, com ação anti-stress, contra irritabilidade e nervosismo.

Limão Siciliano (Citrus medica limonum)

O óleo essencial de Limão-siciliano possui propriedades anti-microbiais, tem ação diurética suave, também combate o colesterol alto e ajuda dissolver depósito de gorduras localizadas, excesso de oleosidade no couro cabeludo e caspa. É composto basicamente por monoterpenos, tais como: limoneno (mais de 60%), pineno e terpineno.

Patchouli (Pogostemon cablin)

Originário da Indonésia, India e Filipinas a planta é um arbusto com cerca de 1 m de altura, com folhas de 6 a 8 cm, ligeiramente ovaladas, cultivado em climas quente e úmidos. É largamente utilizado na perfumaria como nota de fundo (fixador). Possui ação estimulante, usado contra sonolência e falta de animo. Em aromacologia, faz-se seu uso para fortalecer o senso de idealismo, a auto-estima e a busca por objetivos. É também um tônico e regenerador de tecidos, apressando processos de cicatrização, útil para peles desidratadas e problemas de pele em geral (coceiras, dermatities, etc.). Possui ação fungicida, antiséptica, anti-inflamatória e anti-microbial suave.

Verbena Brasileira (Lippia alba)

É também conhecida popularmente por erva-cidreira, melissa, verbena branca ou somente Lippia. Nativa de quase todo o território brasileiro é um subarbusto que raramente passa de 1 metro e meio de altura. Sua folhas são inteiras, de 3-6 cm de comprimento, com flores azul-rocheadas. Seu óleo essencial é de dificil extração e esta presente em baixas porcentagens na planta, possui propriedades singulares, com predominância de Linalool em sua composição. Acalma a pele, é anti-inflamatório e favorece a cicatrização. Devido a seu efeito calmante acredita-se que ajude a conciliar o sono. Possui perfume agradável, distinto e exótico.